x

  Ganhe 1 vinho!  

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Carvalho: fundamental para um bom vinho

Você sabe qual é a importância da passagem por barrica de carvalho? Saiba nessa matéria os motivos pelos quais os vinhos ficam meses e mais meses descansando dentro de pipas/tonéis/barris/barricas feitos dessa madeira!
Carvalho francês
Nem sempre os recipientes de carvalho foram usados em benefício efetivo do vinho. Antigamente, eram apenas objetos que serviam de transporte e guarda da bebida, assim como eram para outros produtos. Mas, aos poucos, os barris foram ganhando muita utilidade. Os vinicultores perceberam que diferentes formatos, tamanhos, idades e madeiras utilizadas, agiam de forma distinta na bebida. A partir daí, o carvalho foi inserido como ingrediente fundamental para a melhor maturação do vinho. Ele afeta diretamente sua textura, sabor e cor. Esta última é intensificada pela reação entre taninos e antocianinas (pigmentos naturais responsáveis pela coloração). Os taninos pesados e rústicos dão lugar aos mais macios. O vinho se torna mais "redondo". Além disso, ganha mais estrutura e resistência por conta da micro-oxigenação. Diferente do envelhecimento em garrafa, a barrica possibilita o pequeno e controlado contato com o oxigênio, a chamada micro-oxigenação. Vale ressaltar que esse benefício é válido apenas na fase de elaboração da bebida. Depois de engarrafado, o vinho não deve ter contato com o oxigênio, por isso, o armazenamento do vinho na posição horizontal é tão importante. Dessa maneira, a rolha ficará sempre umedecida e inchada, impedindo a entrada de ar, que pode oxidá-lo.

As barricas de carvalho mais usadas, mais famosas - e mais caras - vêm da França e dos Estados Unidos. E, por elevarem a qualidade, o preço do rótulo também fica mais salgado. Durante sua "estadia" na barrica, o vinho absorve características fundamentais da madeira, qualificando-o em "aroma amadeirado" intenso ou mais suave; No paladar, pode se mostrar mais torrado ou queimado, dependendo do tempo e do tipo de barrica. Uma nova, por exemplo, tem mais utilidade do que uma mais velha, já que pode passar todas suas características num período médio de três anos. Depois disso, o barril se tornará neutro e não interferirá nas propriedades da bebida. Na verdade, quanto mais novo for o barril, mais o carvalho atuará no sabor do vinho. Uma barrica mais velha, já desgastada, só permitirá a micro-oxigenação e não agregará características à bebida. Nesse caso, quanto mais velho, não é melhor.

E os "chips"?

Assunto polêmico, muito criticado e outras vezes defendido pelos entusiastas de vinho. O uso dos chips é uma alternativa barata para os vinicultores e enólogos que não querem investir no carvalho. Retalhos de madeira, serragem, ou seja, tudo o que sobrar do carvalho pode ser reaproveitado e colocado em contato com o vinho em algumas etapas - desde a sua fermentação até sua finalização. A vantagem? Transferir um pouco do gosto de carvalho ao vinho, mas claro, sem as mesmas qualidades e benefícios das barricas de carvalho. Existem países que não aceitam esse método, mas outros usam e abusam dos chips nos vinhos mais baratos.

E você, consegue perceber a diferença entre um vinho amadurecido em barrica de carvalho e um sem passagem por ela?

terça-feira, 28 de julho de 2015

Você sabe o que são os taninos?

Muito comentado por apreciadores de vinho, este é um dos componentes principais da bebida. Saiba mais sobre sua importância!

Os taninos são componentes químicos encontrados nas sementes e nas cascas das uvas, assim como em chás e nas cascas das árvores. Eles dão ao vinho, particularmente aos tintos, adstringência, que é percebida pela sensação de secura na boca. Se você toma vinho, com certeza, já deve ter acontecido isso com você. Quando a boca seca, imediatamente após beber um vinho, é por conta da presença do tanino. Neste caso, ele é considerado um vinho muito "tânico". Pertencente a família dos compostos químicos denominados fenóis, dependendo da sua quantidade e, ainda, do fato de ser equilibrado com outros elementos fundamentais, pode elevar a qualidade da bebida - ou desvalorizá-la.

Taninos maduros se mostram sedosos, transparentes e suaves na bebida, e não se apresentam agressivos, como em muitos casos. Vinhos com quantidade adequada de taninos, apesar de sua adstringência, são agradáveis no paladar. A regra é simples: quanto mais maduros forem os taninos, menos será sentida sua adstringência. O tanino será sentido como parte estrutural da bebida. Para harmonizar, dê preferência para carnes vermelhas. A combinação será perfeita!

Mas, afinal, qual a função do tanino?
Esse elemento é essencial, já que é um conservante natural da bebida. Ou seja, um vinho com quantidade elevada de tanino irá ter uma vida mais longa. Ele é essencial para a estrutura e base dos tintos. Algumas uvas que têm essa substância em abundância resultam em vinhos longevos, como rótulos com Cabernet Sauvignon, Nebbiolo, Sangiovese e Petit Verdot.

Quer fazer um teste básico?
Coloque quatro saquinhos de chá preto em quatro xícaras. Adicione água fervente ao mesmo tempo, retirando os saquinhos em tempos diferentes: o saquinho da primeira xícara após dez segundos de infusão; o da segunda após 30 segundos; o terceiro após um minuto; e o quarto após cinco minutos. Quando os chás esfriarem, prove-os, mas vá do mais fraco ao mais forte, prestando atenção à textura do líquido sobre sua língua e dentes. Quanto mais forte o chá, mais adstringente e secante ele se fará sentir. A sensação é provocada pelo tanino.

E você, prefere vinhos mais ou menos tânicos?

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Krauthaker Mercs vinho da Croácia

País de origem: Croácia
Tipo: Tinto
Uva(s): Cabernet Sauvignon e Merlot
Produtor: Krauthaker Vineyards and Winery
Safra: 2012
Onde adquiri: winelands.com.br
Valor: R$67,50
Recomenda/Compraria novamente: Sim
Minha nota (0-100): 85
Observações: Este é o primeiro vinho croata que degustei! Ele estagiou 16 meses em barricas de carvalho e ainda descansou por mais 12 meses na garrafa para depois ser inserido no mercado.
Coloquei no decanter por uns 30 minutos, notei que ele tinha sedimentos e pelo que andei lendo, ele não é filtrado.
Na taça apresentou uma cor rubi puxando para o violeta com leve transparência e lágrimas descendo lentamente.
No nariz, além da madeira, notei um pouco de pimenta do reino e couro.
Na boca, um bom corpo! Nos primeiros goles, começou a amarrar e ficou assim até o fim mas nada que tenha incomodado.
É um vinho de sabor exótico que agradou bastante.
Fotos da garrafa/rótulo e rolha:

Krauthaker MercsVinho da CroáciaRolha croata

terça-feira, 21 de julho de 2015

Vinho Santa Alvara Cabernet Sauvignon

País de origem: Chile
Tipo: Tinto
Uva(s): Cabernet Sauvignon
Produtor: Vinicola del Sur Sa
Safra: 2012
Onde adquiri: mistral.com.br
Valor: R$44,00
Recomenda/Compraria novamente: Sim
Minha nota (0-100): 85
Observações: Este vinho é produzido na região do Valle de Rapel e ele utiliza o sistema screw cap para fechamento da garrafa.
Na taça, apresentou uma bela cor rubi escura.
No nariz, é bem perfumado, destaque para os aromas de madeira e violeta.
Na boca é bem seco e chega a amarrar um pouquinho mas agradou. Bom corpo. Surpreendeu e recomendo!
Foto da garrafa e do rótulo:

Vinho Santa Alvara

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Vinho da Tunísia Les Domaines de Carthage

País de origem: Tunísia
Tipo: Tinto
Uva(s): Syrah
Produtor: Les Vignerons de Carthage
Safra: 2010
Onde adquiri: vinhoreserva.com.br
Valor: R$52,15
Recomenda/Compraria novamente: Sim
Minha nota (0-100): 80
Observações: Um vinho da Tunísia gostoso de tomar com apenas 12,5% de álcool! Na taça, ele apresentou uma cor rubi com leve transparência e bordas quase marrons; No nariz, precebe-se a madeira, especiarias, algo lácteo e fumo; Na boca, ao mesmo tempo que é saboroso, é leve e tem um final de boca de boa persistência.
Valeu pela experiência de mais vinho de um novo país degustado!
Fotos da garrafa/rótulo e rolha:

Vinho da TunisiaLes domaines de carthageRolha sintética

terça-feira, 14 de julho de 2015

Compra no site VinumDay

Conheci o site vinumday em Janeiro de 2015, a proposta deles é vender 1 vinho diferente a cada dia.
O legal é que você pode comprar e deixar acumular os vinhos até passar o valor de R$300,00 para solicitar a entrega gratuita.
Quantas vezes você não viu uma promoção de vinho em algum site mas deixou de comprar pelo valor do frete? Pois é, com eles não tem esse problema!
Os preços são bons, sempre comparo com outros sites e a grande maioria das vezes, sempre batem a concorrência.
Assim que o valor dos vinhos que você for comprando atingir 300 reais, aparecerá uma mensagem: "clique aqui para solicitar sua entrega", aí basta clicar e depois confirmar seus dados de envio.
Fui comprando os vinhos que me interessavam e depois de uns meses, solicitei o envio em um domingo.
Na sequência, chegou um e-mail confirmando minha solicitação.
Na terça-feira, recebi um código de rastreamento para a companhar a entrega via correios.
E na sexta-feira, recebi a encomenda que foi enviada via PAC.
A caixa chegou em bom estado e é confeccionada com um papelão grosso, os vinhos estavam muito bem armazenados! Cada garrafa fica envolvida com um papelão que protege bem e eles ainda estavam enrolados individualmente com plástico bolha.
Mais uma loja que vende ótimos vinhos pela internet que compro, aprovo e recomendo.
Acesse o site da Vinum Day: www.VinumDay.com.br Fotos da embalagem:
vinum dayvinumday
Boas compras e saúde!

sexta-feira, 10 de julho de 2015

Verdicchio dei Castelli di Jesi DOC

País de origem: Itália
Tipo: Branco
Uva(s): Verdicchio
Produtor: Casa vinícola Gioacchino Garofoli spa

Safra: 2013
Onde adquiri: grandcru.com.br
Valor: R$49,00
Recomenda/Compraria novamente: Talvez
Minha nota (0-100): 75
Observações: A garrafa é bela, tem o estilo "Flute Soleil" e sua rolha é sintética.
Na taça, o vinho apresentou uma cor amarelo palha bem transparente.
Aroma frutado com destaque para abacaxi.
Na boca, é leve, fresco e com um finalzinho seco.
Fotos da garrafa/rótulo e rolha:

vinho italianoVerdicchio Castelli di JesiRolha sintética

terça-feira, 7 de julho de 2015

Compra de vinho na Winelands

Winelands é um clube de vinhos e você pode assinar 2, 4, ou 6 garrafas para receber mensalmente.
Eu me interessei apenas por um dos vinhos que fazia parte da seleção de um mês.
Resolvi entrar em contato solicitando a compra de uma única garrafa.
Em menos de 1 hora, recebi a resposta com a tabela dos vinhos que eles tinham em estoque e também o convite de assinar o clube.
Confesso não ser muito fã de clube de vinhos pois esses clubes enviam os rótulos que querem e muitas vezes eles não são do gosto de quem assina.
Confirmei que pretendia adquirir apenas 1 garrafa e me passaram o valor com o frete que eu deveria pagar em uma conta bancária.
Efetuei o depósito em uma sexta-feira e em seguida, já comuniquei ter efetuado a transferência para o e-mail do atendimento.
Até segunda-feira, nada de informação sobre o envio.
Resolvi responder o e-mail na terça perguntando se já haviam identificado o pagamento.
Sem resposta até quarta-feira, enviei outra mensagem pelo site cobrando uma posição.
Responderam confirmando o recebimento e dizendo que assim que tivessem um código de rastreio, me passariam.
Somente na sexta-feira que enviaram o vinho. Eu paguei na sexta pois imaginava que enviariam já na segunda pois não gosto que a caixa fique parada no estoque dos correios no fim de semana.
Mas tudo bem, a encomenda acabou chegando em uma quarta-feira 12 dias corridos após a compra.
A embalagem é boa e estava bem lacrada; Dentro, a garrafa estava envolvida em uma rede de espuma "rede em EPE" e tinha isopor em cima e em baixo do vinho.
Apesar da demora para enviar meu primeiro pedido com eles, gostei e recomendo a Winelands.
Site do clube e loja: WineLands.com.br
Fotos da embalagem:
winelandscaixa winelands
Boas compras e saúde!

sexta-feira, 3 de julho de 2015

Vallontano tempranillo rosé

País de origem: Brasil
Tipo: Rosé
Uva(s): Tempranillo
Produtor: Vallontano vinhos nobres ltda
Safra: 2013
Onde adquiri: mistral.com.br
Valor: R$62,50
Recomenda/Compraria novamente: Sim
Minha nota (0-100): 85
Observações: Na taça, apresentou uma cor rosa transparente quase alaranjado e lágrimas escorrendo lentamente.
No nariz, notei romã e cereja madura.
No paladar, um bom corpo para um rosado; De início, senti um sabor cítrico e a boca ficando seca (quase amarrando) a cada gole e no fim da 2ª taça, ficou com um final de boca salgado como se eu tivesse tomando água com muito sal.
Sensações novas e diferentes me fizeram concluir que este é um ótimo vinho rosé brasileiro produzido na região do Vale dos Vinhedos no Rio Grande do Sul!
Fotos da garrafa/rótulo e rolha:

Vallontano roséVallontano tempranilloRolha de cortiça

quarta-feira, 1 de julho de 2015

Vinho Cabernet Sauvignon da Jolimont

País de origem: Brasil
Tipo: Tinto
Uva(s): Cabernet Sauvignon
Produtor: Vitivinícola Jolimont
Safra: 2009
Onde adquiri: vinhosjolimont.com.br/loja
Valor: R$20,00
Recomenda/Compraria novamente: Talvez
Minha nota (0-100): 70
Observações: Na taça, apresentou uma cor rubi porém notei muita transparência para um Cabernet Sauvignon; Quanto aos aromas, primeiro percebi o álcool e depois de aerar, senti um pouco de madeira velha e molhada. Na boca, um toque bem leve de madeira e uva passa com um final de boca com pouca persistência.
Confesso que esperava um pouco mais dele mas é um bom vinho e vale a pena experimentar!
Fotos da garrafa/rótulo e rolha:

Cabernet SauvignonVinho jolimont secorolha de cortiça
Sites para comprar vinhos - Sites de venda de vinhos avaliados
Siga o vinhosXvinhos nas redes sociais:
instagram de vinho vinho no facebook twitter de vinhos